Find us on Google+


Teen Titans: The Judas Contract | Poster da adaptação do mítico arco "O Contrato de Judas". A BD é excelente, o filme, veremos.




Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2fNdf85
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Invasion - CW Heroes vs Aliens | Posters






Como bónus, o poster da Supergirl dedicado ao mesmo crossover - que apesar de estar no mesmo canal de tv ainda faz parte de outro Universo - onde podemos ver um dos invasores:




Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2gDzrT1
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários



Donnie Darko - Trailer do relançamento com imagem restaurada em qualidade 4K, por ocasião do 15º Aniversário deste filme de culto.





Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2fHPMl2
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários



"Kong: Skull Island"
Espectacular novo trailer!




Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2fZCXp7
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Young Justice | Teaser Poster da Temporada 3. Uma boa noticia para os fãs desta excelente série animada da DC Comics.

Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2fbo3v5
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Hoje a Chungaria Extreme regressa e em dose dupla. Primeiro, a versão telefilme e oficial do "Doutor Estranho" ("Doctor Strange"), quer supostamente seria também o episódio piloto:

"Dr. Strange" (1978)



E o que é melhor que um telefilme chunga de baixo orçamento? Um filme que depois de perder os direitos do personagem, mudou os nomes e outros detalhes e voilá:

"Doctor Mordrid" (1992)
E este feiticeiro tem mais ar de ser doutor que muito ministro e acessor que anda por ai(1).
Só descobri esta pérola graças a um artigo no "FilmSchoolRejects".



O filme completo no Youtube:




As versões animadas do Doutor Stephen Strange e a sua barbicha ficam para outra vez....


NOTAS:
(1) Antes que me corrijam, sei que estou a falar de tipos diferentes de "doutor", mas apeteceu-me fazer uma piada política que rapidamente ficará datada, o que querem...


Se regressarem das dimensões sombrias, cliquem abaixo para mais chunguisse avulsa:

E assim são, os dias do "Chungaria Extreme": 
http://cine31.blogspot.pt/search/label/chungaria%20extreme
Ler Mais ...

0 comentários

Escrevi estas linhas que se seguem na Enciclopédia de Cromos por altura de um aniversário da estreia de "X-Men" ou "X-Men: The Animated Series" [31 Outubro 1992 - 20 Setembro 1997 ].

Uma das minhas séries animadas favoritas de sempre, não posso actualmente garantir se é ou não um prodígio de qualidade, porque já lá vão uns anos, mas sou desde essa altura - talvez ainda uns anos antes - um grande fã das aventuras em BD dos X-Men, os principais mutantes da Marvel, e era uma delicia ver no nosso ecrã a reprodução (bastante fiel) das mais importantes arcos narrativos da banda desenhada dos heróis, principalmente do período de Chris Claremont, mas com os personagens a usarem o visual e uniformes das histórias contemporâneas, no estilo inconfundível de Jim Lee.
Os X-Men são uma equipa de heróis mutantes. No universo Marvel, mutantes são pessoas que nascem com poderes e habilidades extraordinárias. Estas diferenças causam medo e preconceito na população humana e geram perseguições e até genocídios. Desde o inicio, o sector mutante da Marvel serviu como uma alegoria para denunciar problemas da sociedade como o racismo ou a homofobia, referenciar acontecimentos do passado como o Holocausto, e o ambiente sci-fi e poderes sobre-humanos facilitava a abordagem desses temas sem ser demasiado explícito num país tão puritano.
X-Men Nº 1 (1963)
Os X-Men originais surgiram em 1963, na revista de banda desenhada "X-Men" Nº1. E muito antes dos filmes em imagem real, logo nos anos 60 ganharam vida nos chamados "desenhos desanimados" tal a qualidade da animação de "The Marvel Super Heroes" (1966) [genérico], e nos anos 80 como convidados especiais do Homem-Aranha em "Spider-Man and His Amazing Friends" (1981-83) [vídeo], e ainda como protagonistas do piloto falhado "Pryde of the X-Men" (1989) [Vídeo: Episódio Completo Legendado]. Apesar de não dar origem a mais episódios, foi lançado em VHS e até um jogo de luta em 1992: "X-Men".
O sucesso chegou finalmente com a série de 1992, ampliando até a audiência dos X-Men para fora do círculo de leitores de BD.
O genérico é magnifico, a música inesquecível:
O autor da música, Ron Wasserman, também foi o responsável pelo tema da primeira temporada dos "Power Rangers (1993-...)".
O genérico acima apresenta de uma forma muito dinâmica e concisa os heróis protagonistas:
Cíclope/Cyclops/Scott Summers - O torturado e soturno líder de campo dos X-Men. O seu poder é quase uma maldição que não consegue controlar, sendo obrigado a usar 24 horas um visor ou uns óculos especiais, sob risco de involuntariamente causar grande destruição com as suas rajadas ópticas.
Wolverine/Logan - O anti-herói canadiano que depois de uma longa vida de sofrimento procura redenção. O seu poder principal é o de regenerar qualquer ferida que sofra. Possui um esqueleto artificial e garras feitas do material mais forte do planeta, adamantium.
Rogue/Anna Marie - Criada pela vilã Mystique, Rogue tem a habilidade de absorver poderes e memórias através do toque, o que lhe impossibilita ter uma vida normal. Os outros poderes que exibe - invulnerabilidade, super-força e voo - foram permanentemente absorvidos da heroína Ms. Marvel.
Storm/Tempestade/Ororo Monroe - Depois de uma infância como órfã a viver nas ruas, a vida de Ororo mudou na adolescência com o despertar dos seus poderes de controlo do clima que também lhe permitem voar e disparar relâmpagos, por exemplo.
Besta/The Beast/Henry McCoy - Um génio cientifico que ficou preso num corpo grotesco e coberto de pelos azuis durante uma experiência mal sucedida para remover os poderes de habilidade e força.
Gambit/Henry LeBeau - O galã e cafajeste cajun não perde uma oportunidade de se atirar a Rogue, apesar dos poderes desta impossibilitarem qualquer tipo de relação mais séria. Criado entre ladrões e assassinos, Gambit encontra nos X-Men uma família e a oportunidade de usar para o bem os seus poderes de carregar objectos com uma carga explosiva. Mas apesar de poder aplicar poder a qualquer objecto, as suas armas de eleição são os aparentemente inocentes baralhos de cartas.
Jubilee/Jubilation Lee - Resgatada pelos X-Men no primeiro episódio, a órfã Jubilee é a mais nova do elenco e vê em Logan uma figura paternal com um coração de ouro por detrás dos modos brutos. Sempre a tentar incluir-se nas missões dos adultos, a irreverente adolescente funciona como os olhos do espectador a descobrir um mundo e personagens novas.
Jean Grey - No início da carreira - pelo  menos na BD - Jean utilizava o nome de código Marvel Girl. A  poderosa ruiva tem grandes habilidades telecinéticas e de telepatia. Namorada de Cíclope, é cobiçada por Wolverine. Na terceira temporada Jean é dominada pela personalidade da Fénix Negra, uma força cósmica extremamente poderosa e perigosa.
Professor X/Charles Xavier - Um poderoso telepata preso a uma cadeira de rodas, Xavier fundou os X-Men para lutar pela convivência e aceitação entre humanos e mutantes, parando ameaças a toda a humanidade.
No genérico não surge Morph, o membro dos X-Men aparentemente morto no primeiro episódio que tem a capacidade para alterar a sua forma à vontade. Ao longo das temporadas muitos heróis vão surgindo, incluindo os X-Factor (a versão governamental dos X-Men) e a Tropa Alfa (os homólogos canadianos do X-Factor), e versões envelhecidas vindas de futuros pós-apocalípticos dominado pelos Sentinelas - gigantescos robots caçadores de mutantes. Inspirado pelos arcos "Dias de um Futuro Esquecido" (que já tinha inspirado a saga do "Exterminador Implacável") e "Era do Apocalipse" temos personagens que vieram do futuro para modificar o passado: "Bishop" e "Cable".
Os vilões do genérico liderados no genérico por Magneto (Eric Magnus Lensherr, antigo amigo do Professor X, domina os metais) incluem a "Irmandade dos Mutantes" um grupo de terroristas comandados pela metamorfa Mystique: Pyro, Avalanche e Blob. No decorrer da série surgem vilões como os Morlocks (mutantes deformados que vivem em comunidade nos esgotos), Apocalipse, Sr. Sinistro, Dentes de Sabre, Omega Vermelho, Juggernaut, A Falange, Mojo, etc; além de uma série de cameos ou aparições especiais. A Wikipédia tem uma boa lista dos personagens da série: "List of X-Men (TV series) characters" (em inglês).
O site DRG4 tem uma página dedicada aos erros e correcções efectuadas no episódio piloto: "DRG4's Exclusive X-Men Cartoon Pilot Differences". Por terem sido encomendados à ultima da hora, os seis últimos episódios foram animados por outro estúdio, com um estilo de desenho mais simples. No Japão foram utilizados dois genéricos com um estilo muito distinto do da série:
Interessantes, mas não chegam aos pés do original. Outra curiosidade foi a realização de crossovers com outra série de êxito da Marvel nos anos 90: "Spider-Man" (1994-98) [vídeo].
O site "Saturday Mornings Forever" tem muitas informações interessantes sobre esta marcante série animada: "Saturday Mornings Forever - X-Men The Animated Series".




O leitor pode saber mais no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr". E claro, continue acompanhando o CINE31.
Ler Mais ...

0 comentários


O esperado primeiro trailer para o terceiro filme solo de Wolverine: "Logan". Não o whisky, é um dos nomes do mutante canadiano mais famoso da BD. Let's look at the traila:

   

 [Fonte: 20th Century Fox Portugal/Big Picture Films]
Ler Mais ...

0 comentários


"The X-Files" no original, traduzido para "Ficheiros Secretos" em Portugal (e mais literalmente "Arquivo X" e "Expediente X", no Brasil e Espanha, respectivamente). Sempre tive pena de cá não terem mantido o icónico "X" no título. Muitas vezes desenhei eu o símbolo da série nos cadernos e livros da escola.... Tanto já foi escrito sobre este fenómeno televisivo, que reacendeu o interesse do público sobre os eventos estranhos, misteriosos, e conspirações de todo o tipo, que mais de uma década desde o final dos episódios ainda suscita curiosidade. A dupla protagonista foi elevado ao estrelato global, e no nosso país marcou o período de ouro da TVI, época em que além dos "Ficheiros Secretos" o canal exibia séries de qualidade em horário nobre ("Pretender", "Profiler", etc), antes de se render aos reality shows e telenovelas.
O tema da série descreve-se facilmente: Os agentes do FBI Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) estão encarregues de investigar os mais variados casos sem explicação, os "X-Files". Mulder é crente em todo o tipo de explicações sobre-naturais e Scully é a contra-parte que analisa os casos de forma cientifica. No inicio da série o trabalho de Scully é manipulado para desacreditar as teorias de Mulder e rapidamente encerrar os casos. Mulder suspeita que Scully o esteja a vigiar, mas rapidamente a relação profissional  dá lugar à amizade e ao inevitável envolvimento romântico à medida que as temporadas decorrem. Também ao longo dos episódios, entremeado com a base do "monstro da semana" (de origem sobre-natural ou fenómenos pseudo-científicos), corria uma trama paralela de uma maior conspiração que envolvia extra-terrestres e o governo dos EUA, o antigo desaparecimento da irmã de Mulder, o rapto e gravidez relâmpago de Scully, etc, bem como o papel de figuras nebulosas como o pai de Mulder (Peter Donat) e do Canceroso (William B. Davis) nesses acontecimentos. Outros personagens recorrentes incluíam o superior hierárquico da dupla, Walter Skinner (Mitch Pileggi) que lida com a pressão de proteger os agentes e manter o X-Files abertos contra interesses poderosos; o assassino Krycek (Nicholas Lea); os enigmáticos "Garganta Funda" (Jerry Hardin) e "X" (Steven Williams) constantes fontes de informação, desinformação e manipulação. Uma série tão longa - algo inusitado para o género ficção-cientifica/sobrenatural - obviamente tem muito mais personagens do que é possível mencionar aqui sem provocar sono no leitor. Mas quero destacar John Doggett (Robert Patrick, o eterno T-1000 de "Exterminador Implacável 2" - que entrou em cena curiosamente na época em que comecei a ver os episódios intermitentemente, sem a paixão anterior) o novo parceiro de Scully na 8ªa temporada, com a missão inicial de encontrar Mulder depois do desaparecimento deste. Numa inversão de papéis, Doggett é o novo céptico da dupla, visto que Scully testemunhou tantos casos estranhos (fantasmas, mutantes, monstros, inteligência artificial, extra-terrestres, etc) ao longo dos episódios que se tornou uma "crente relutante". A Wikipédia refere ainda que apesar da resistência dos fãs ao "substituto" de Mulder - que regressou mais tarde como um protagonista intermitente - os críticos gostaram da abordagem mais séria e Robert Patrick até foi premiado pelo papel.
E para assinalar a chegada dos "Ficheiros Secretos" à RTP Memória - antes dos novos episódios de Janeiro de 2016 - fui vasculhar os meus próprios ficheiros "secretos", ou seja, os recortes e páginas de revistas relacionadas com a série e o culto. Além de material dos X-Files, fiquei abismado com a quantidade de recortes de temas do "oculto" que coleccionei, inspirado pelas aventuras de Mulder e Sculy. Mas esses, são outra história! 
Tenho também bastantes cassetes de VHS com os episódios gravados. No entanto, foi de uma cassete adquirida recentemente numa feira que consegui o seguinte vídeo.
O icónico genérico de abertura, no Canal EnciclopédiaTV. Recordem o inconfundível tema musical composto por Mark Snow:
A qualidade de imagem do vídeo não é dos melhores, mas podem ver mais ou menos como era para mim assistir aos episódios na TV, visto que durante muitos anos a qualidade de recepção do sinal da TVI na minha zona era muito má, cheia de moscas, desde que construíram um prédio nas redondezas- até ao surgimento da TDT.
Devemos ainda a "Ficheiros Secretos" expressões como "A verdade está lá fora" ("The Truth Is Out There"), "Quero Acreditar" ("I want to believe"), "Não confie em ninguém" ("Trust no one") que entraram para a cultura pop e quotidiana.
Alguns dos meus episódios favoritos ou que recordo melhor incluem "X-Cops" filmado como um episódio da série "Cops" que acompanha agentes da autoridade. A ameaça desse episódio não são assaltantes de bancos mas um monstro que mata as vítimas com o próprio medo. Outros são: "Pilot", "Squeeze" (a primeira aparição de Tooms), "Jose Cheung's  From Outher Space", "Home", "Tunguska - Part 1", etc.
Apesar da decadência dos últimos anos, a saída do protagonista masculino, "Ficheiros Secretos" conseguiu ultrapassar a marca dos 200 episódios, estendidos por 9 temporadas. Começou como um êxito no nicho dos espectador de ficção-cientifica, mas em pouco tempo conseguiu alcançar o grande público.
A caixinha da televisão era pequena para conter todo o fenómeno e transbordou para todo o tipo de merchandising - da banda sonora, a livros, etc - e dois filmes: "The X-Files: Fight The Future" (1998) e "The X-Files: I Want To Believe" (2008). Se o primeiro - encaixado entre as 5ª e 6ª temporadas - era basicamente um competente episódio com maior orçamento e melhores efeitos especiais, achei o segundo francamente mau. Além das incursões no cinema, em 2001 estreou o spin-off (derivado) "The Lone Gunmen", protagonizado pelo peculiar trio de teóricos da conspiração que já conhecíamos de vários episódios. Actualmente a série - de curta duração, com 13 episódios produzidos - é recordada pelo episódio piloto em que antecipou quase ao milímetro o atentado do 11 de Setembro [vídeo] causado por uma conspiração do Governo dos EUA para enviar um avião de passageiros contra as Torres Gémeas dar impulso à indústria de armas. Qualquer semelhança com a realidade será mera coincidência? Melhor sorte teve outra série anterior do criador Chris Carter, "Millenium" que alcançou 67 episódios ao longo de três temporadas entre 1996 e 1999. Entre nós, a RTP exibiu-a já depois do final nos EUA.
Vamos então passar a alguns dos recortes que andam no arquivo cá de casa, e decerto vão render outros posts. Começo por uns scans que fiz lá para 2001, das minhas adoradas edições brasileiras da revista Wizard, que além de BD dedicava espaço a filmes e séries de culto.
Podem clicar sobre as imagens para as aumentar de tamanho e ler melhor.
"Abrindo o Arquivo X" - Artigo de 4 páginas com depoimentos do criador e argumentista Chris Carter e os protagonistas [in "Wizard" Nº1, 1996]::
"Arquivo X (...) já está em seu terceiro ano e criando um furor internacional que rivaliza com o início da mania de Jornada das Estrelas. A série também gerou um grupo de fanáticos usuários da Internet conhecidos como X-Philes (...) As pessoas têm demorado para descobrir o seriado, mas os fãs e as pessoas ligadas à produção do mesmo admitem que seus dias de cult series estão contados."
"(...) uma aura pegajosa, sombria e paranóica, que faz os momentos mais extremos de Twin Peaks parecerem normais".
"Eu queria ter histórias sobre transmorfos e comedores-de-fígado, mas a questão dos OVNIS sempre estaria espreitando, mesmo não sendo o plot principal." "Se as vidas dos personagens se tornarem o elemento principal da trama, acho que não estaremos fazendo um bom trabalho".
"As possibilidades para esta série são ilimitadas, tão ilimitadas quanto a imaginação dos escritores."
"A Verdade está na Internet" [in "Wizard" Nº1, 1996]: Artigo sobre a presença da série na Internet, que na altura ainda era terreno inexplorado para a maioria da população mundial:
Ler Mais ...

0 comentários


Supergirl |
A série da Supergirl, recém chegada ao canal CW, transforma um dos seus secundários - Jimmy Olsen, o amigo do Super-Homem - num herói: O Guardião (The Guardian). 

Nas BDs mais clássicas Jimmy Olsen chegou a ganhar poderes por mais que uma vez, mas é curioso que adopte a identidade do Guardião, que pelo que recordo da BD dos anos 90 era um aliado de Jimmy que trabalhava para o Projecto Cadmus. Quem sabe este Jimmy ainda seja...um clone?




Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2dNsRsg
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Rogue One: A Star Wars Story | Poster





Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2dNrJoF
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Justice League | A Rainha Mera em uniforme.





Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2dNtvWC
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários

A esperada adaptação de "Valerian e a Cidade dos Mil Planetas" (banda desenhada dos anos 60) pelas mãos do criativo Luc Besson ("O 5º Elemento") tem finalmente direito a um primeiro poster e novas fotos para promover esta aventura de ficção cientifica, que apesar de ser muita vezes indicada como fonte de inspiração para sci-fi posterior, tem um aspecto diferente do que estamos habituados a ver no grande ecrã. Chega ao nosso país em Julho de 2017.

O Poster:


Algumas das fotos:




Fonte: NOS.
Ler Mais ...

0 comentários


Logan | Poster e novo título de Wolverine 3





Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2dLRZ2j
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários


Duck Tales | Poster do remake





Via Tumblr do CINE31 http://ift.tt/2cE7YMI
Visite também o Grupo Oficial do CINE31 no Facebook, o Twitter, o Google+ e o Youtube do CINE31. via IFTTT
Ler Mais ...

0 comentários